7ª FestLeite – Setor Lácteo foi tema da Audiência Pública atraindo grande público

Data - 27 de abril de 2018 / Autor - Patrícia / Categoria - Notícias - 7ª Festleite

Para debater a atual Situação da Cadeia Produtiva do Leite, ocorreu a Audiência Pública na manhã da sexta-feira, dia 27 de abril de 2018, na Sociedade Cultural e Recreativa Carlos Gomes Clube de Anta Gorda.

O debate teve como finalidade apresentar a atual situação e alternativas do setor leiteiro. O objetivo foi debater alternativas viáveis para alavancar o mercado, aprimorar a relevância econômica da atividade, fortalecer a cadeia produtiva como um todo e a troca de experiências no setor rural.

O Secretário de Estado da Agricultura e da Pesca do Estado de Santa Catarina, Airton Spies, foi convidado para expor, inicialmente, sobre a Situação Econômica da Cadeia Produtiva do Leite, em Audiência Pública, evento proposto pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento da Câmara dos Deputados, que ocorre durante a 7° FestLeite.

Destacando-se, Spies relata suas experiências adquiridas pelos anos de estudo internacionalmente da cadeia produtiva do leite na Nova Zelância, Austrália e Uruguai.

O evento contou, também, com Deputados da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Subcomissão do Leite, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), indústrias e produtores, SEAP, Fetag e entidades representativas do setor leiteiro.

O secretário executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat), Darlan Palharini, esteve presente para contribuir com relato referente aos desafios da indústria, produtores e Governo da crescente necessidade de exportar achar canais para escoar a produção de leite.

Dados mostram que 37% do total da produção de litros de leite no Brasil (33,6 bilhões de litros) se encontram na região Sul. Essa região, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, conta com cerca de 300 mil produtores produziram cerca de 12,4 bilhões de leite, destacando-se como a maior bacia leiteira do país.

O evento com um público superior à 300 pessoas, representadas, principalmente, por autoridades e seus representantes, estudantes, técnicos, pesquisadores e agricultores/produtores locais e regionais.