FestLeite cresce em números, nível e envolvimento

Data - 1 de junho de 2016 / Autor - morgana /

m_DSC_1878

Lucro de R$ 185 mil voltará aos cofres públicos para ser reinvestido no município

Relatório com resultados financeiros foi entregue pelo presidente Leandro ao prefeito

O símbolo de mais (+) foi uma constante em todos os setores da 6ª FestLeite de Anta Gorda. Cresceram os resultados financeiros, a qualidade genética da exposição do gado leiteiro, o número de pessoas visitantes da feira, shows, seminários, salão da gastronomia e a expectativa da comunidade antagordense com a maior programação de sua terra. Foi na noite dessa segunda-feira (30), que os organizadores apresentaram os resultados do evento, ocorrido entre os dias 28 de abril e 01 de maio.

Diretoria esteve à frente dos trabalhos

No Ginásio de Esportes São Carlos, reuniram-se os colaboradores que dedicaram trabalho voluntário para os quatro dias, patrocinadores do município, entre outros envolvidos. O principal objetivo do encontro, realizado em parceria entre a Administração Municipal e a diretoria da 6ª FestLeite, foi agradecer pela colaboração de todos e expor resultados alcançados.

Experiências adquiridas durante o evento receberam evidência. Os discursos foram marcados pela emoção. Quando o lucro de R$ 185.499,47 foi anunciado, a alegria da notícia pode ser percebida no semblante dos presentes, que parabenizaram com uma forte salva de palmas. “Todos já esperávamos ótimos números, mas a confirmação do crescimento sempre é surpreendente”, disse o prefeito Neori Luiz Dalla Vecchia. Além dos R$ 150 mil doados pela prefeitura ao evento, outros R$ 35.499,47 retornarão aos cofres públicos municipais para serem reinvestidos na comunidade.

Os cerca de 300 voluntários foram convidados e participaram de um jantar, após à cerimônia

O fato orgulha o mandatário. “Em um momento em que todos os municípios brasileiros passam por tantas dificuldades, esses R$ 185 mil são importantíssimos. Valeu a pena termos ampliado nossa visão e arriscado, por exemplo, na contratação de um grande show nacional. Esse foi um dos motivos, juntamente com uma série de outros, que nos auxiliou em conquistar, por exemplo, três vezes mais patrocinadores do que na edição anterior. O resultado final está aí para provar. Nossa comunidade, com certeza, é merecedora de tudo isso”, afirmou.

Ele garante que Anta Gorda deixou sua marca mostrando que com planejamento,

Neori entregou uma garrafa térmica personalizada para agradecer a todos os colaboradores pelo trabalho

organização, colaboração e coração é possível fazer muito e obter excelentes resultados. “Nas andanças pela região e até na Capital do Estado ouvimos muitos e muitos elogios. Nos alegramos em saber que conseguimos consolidar o evento como uma vitrine de nossas potencialidades. Foram as quase 300 pessoas que doaram seu trabalho, juntamente com toda a comunidade que abraçou a causa, como nunca, com tanto amor, os merecedores de todos os méritos. A nós coube reforçar os pilares dessa pista de potencialidades”. Dalla Vecchia também entregou a todos que trabalharam uma garrafa térmica personalizada forma de agradecimento.

Leandro Carlos Pitol, presidente da 6ª FestLeite, disse ter a certeza do dever cumprido. “Quando me pedem como nosso evento dá certo respondo que é porque todos os envolvidos tem um propósito em comum. Mantemos a palavra FestLeite e tudo o que ela representa acima de tudo e de todos. Deixamos de lado interesses pessoais, ideológicos ou partidários para o bem comum. O evento não é da diretoria e nem da Administração, é da comunidade. Esse é o segredo”.

Pitol ainda diz ser importante ressaltar que os resultados positivos não são apenas financeiros. Segundo ele, o fomento para a produção de noz pecan foi impulsionado. Entidades e organizações de renome no setor uniram-se, a partir da 6ª FestLeite, para criar um grupo de pesquisas com o fruto. “O fato de produtores levarem as marcas da qualidade do rebanho leiteiro antagordense e alcançarem reconhecimento em outros eventos de grande envergadura pela estado como a Expoleite e Fenasul também prova que a semente vem frutificando”, acrescentou.

Balancete

Mateus apresentou a prestação de contas

Uma prestação de contas foi apresentada pelos tesoureiros Mateus Pianezzola e Henrique Bresciani. Eles expuseram os números de receitas e despesas de cada setor, explicando detalhes. As receitas (patrocínios, ingressos, venda de espaços, salão da gastronomia, cantina, entre outros) totalizaram R$ 936.565,92. As despesas com segurança, limpeza, infra-estrutura, gastronomia, cantina, gado leiteiro, simpósios, ornamentação, divulgação, shows, entretenimento e organização, em geral, somaram R$ 751.066,45.

O cálculo do resultado foi de R$ 185.499,47 – o maior alcançado entre todas as edições (a 5ª FestLeite havia rendido R$ 64.920,86). Conforme Mateus, esses números são preliminares “pois ainda há alguns contratos pendentes de finalização, mas as contas finais não devem fugir muito disso. Com certeza temos esse lucro como um dos grandes prêmios pelo esforço de todos”.

Pesquisa de satisfação

Patrícia expôs informações colhidas com a pesquisa

Os resultados da pesquisa de satisfação aplicada na 6ª FestLeite foram divulgados. Os objetivos era compreender o perfil dos visitantes, turistas e expositores e obter uma visão geral sobre os serviços de infraestrutura, sugestões de atrações e melhorias para a próxima feira. Conforme a secretária Patrícia Cavagnoli, uma das responsáveis pela organização da mesma, a ferramenta servirá como base para definir diferentes direções aos setores que foram pontuados com alguma insatisfação.

Secretária Maura Didomenico trabalhou em paralelo com Patrícia

Foram 434 entrevistados e, de acordo com ela, os resultados estiveram dentro do previsto. “A feira vem mantendo seu padrão e qualidade. Todos os itens analisados tiveram variação positiva e, numa breve comparação com a pesquisa de satisfação da 5ª edição, se vê uma considerável melhora na avaliação de vários itens”.