Laticínio Cotrilac de Anta Gorda é o primeiro do estado a habilitar-se no SISBI-POA

Data - 9 de maio de 2016 / Autor - morgana /

m_0942

A primeira empresa gaúcha de inspeção estadual do setor lácteo a ter sua indicação ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA) confirmada, foi a Cotrilac de Anta Gorda. O anúncio foi propagado pelo secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, durante a cerimônia de abertura da 6ª FestLeite, no dia 28 de abril.

A certificação autoriza o laticínio a comercializar seus produtos além das fronteiras do Rio Grande do Sul. Para ser incluída no sistema, a empresa teve equiparadas as exigências para inspeção estadual ao padrão nacional. Responsável pela produção dos produtos Latsul e Bella Estância, a Cotrilac possui uma captação mensal de aproximadamente 1,5 milhão litros de leite.

O prefeito de Anta Gorda, Neori Luiz Dalla Vecchia, mostra orgulho pelo fato. “A conquista da Cotrilac veio para abrilhantar ainda mais nossa FestLeite e fortalecer a importância de nossos eventos técnicos sobre essa tão importante cadeia produtiva”, afirmou. Para Nádia Penso, sócia da empresa, obter a certificação é um reconhecimento ao trabalho desenvolvimento nos últimos anos pela empresa. “Com a venda para outros Estados, diminui a nossa dependência do comércio interno, possibilitando, inclusive, um equilíbrio nos preços pagos aos nossos produtores de leite”, destaca.

Segundo ela, o início dos negócios ainda deverá demorar um pouco, em função da necessidade de adaptações e ajustes nas embalagens, como nomenclaturas. “Já estamos prospectando alguns negócios, especialmente nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste”, adianta ela, ressaltando o apoio dado pelo Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat).

Além dos benefícios fiscais que advém da medida, a mesma também representa abertura de mercado e estimula a concorrência dos produtos lácteos gaúchos em outras praças. O presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, considerou a certificação como o coroamento de um longo trabalho realizado pela empresa. “Parabenizamos e reconhecemos essa conquista da Cotrilac, que com certeza é um marco para o setor no RS”, disse.

O movimento da Cotrilac deve ser seguido por outras empresas, muitas delas já encaminharam solicitação à Secretaria da Agricultura. Atualmente, apenas frigoríficos com inspeção estadual estavam habilitados ao SISBI-POA.

 

Crédito: Assessoria de Imprensa – SEAPI